Benefícios da central remota de monitoramento de sistemas de segurança

segurança - por Security

23 de Abril de 2021

A segurança patrimonial tem conquistado cada vez mais qualidade e eficiência, empregando soluções tecnológicas que agregam produtividade e confiabilidade aos procedimentos de vigilância.

Empresas de médio e grande porte, condomínios empresariais e residenciais, fábricas, galpões e centros de distribuição que demandam um nível de monitoramento mais amplo e minucioso podem lançar mão de centrais de monitoramento. A partir delas é possível reunir informações com imagens, alarmes, vídeos analíticos, controle de acesso e de incêndios, além de demais sistemas eletrônicos, concentradas em uma única solução.

Esse é um modelo que engloba todos os recursos necessários para a tomada de decisão sobre ações em situações de risco. “A principal função de uma central é monitorar um ambiente, antecipando anormalidades, prevenindo ataques ou invasões, por exemplo”, explica Marcelo Marques, Chief Commercial Officer (CCO) da Security. A central também atua na manutenção do sigilo de tudo que é observado, além de aumentar consideravelmente o nível da segurança, já que restringe o acesso aos dados recolhidos para monitoramento.

A central pode ser tanto in loco, no ambiente do cliente, quanto remota. “O importante é que seja operada por uma equipe especializada. São necessários operadores de equipamentos de monitoramento, supervisores de apoio, atendentes de ocorrência, gerentes operacionais, entre outros”, destaca Sérgio Ehrlich, Chief Operating Officer (COO) da Security.

Solução Security de monitoramento inteligente

Na Security, os parceiros podem contar com a CITSS (Central de Inteligência e Tecnologia em Serviços e Segurança), que oferece um modelo de gestão eficiente para manter elevado o nível da vigilância patrimonial. “Nele, concentramos todas as informações de monitoramento, que podem ser oriundas tanto de sistemas do próprio contratante quanto da nossa empresa, o que nos permite desenvolver soluções personalizadas e adequadas para cada negócio, agregando ganho de produtividade, efetividade e qualidade em todas as etapas da segurança”, destaca Sérgio.

O executivo complementa dizendo que “com uma análise de risco do negócio do cliente ou por meio de uma visita técnica comercial, definimos os melhores recursos para atender as demandas que envolvam a integração dos serviços e tecnologias que serão empregadas neste projeto”, explica Sérgio.

Erasmo Prioste, Chief Marketing Officer (CMO) da Security, reforça que esse serviço emprega tecnologias e recursos que elevam o ganho de produtividade e de qualidade das informações relacionadas à segurança patrimonial, sem trazer impactos significativos para os custos operacionais.

“Este é um modelo de gestão de alto valor agregado. Com tecnologias confiáveis, proporciona clareza nas informações e oferece ainda uma ótima relação custo x benefício para nossos parceiros e clientes. Dessa forma, é possível uma resposta rápida, com atuação dentro dos protocolos estabelecidos para cada situação”.

A Central de Inteligência e Tecnologia em Segurança e Serviços da Security é estruturada para integrar mão de obra especializada e tecnologias, o que leva para os clientes informações em tempo real de tudo o que acontece em suas dependências.

“Em um único dashboard e com inteligência e regras pré-determinadas ou definidas por behavior (análise de comportamento), nossos parceiros acompanham em tempo real, inclusive remotamente, todos os procedimentos de segurança”, explica Sérgio.

Softwares de monitoramento e operação, ativos 24 horas por dia/7 dias da semana, permitem acessar os sistemas de alarme, dados do CFTV ou demais recursos empregados nos projetos. Marcelo Marques (CCO) complementa que a CITSS é uma solução que “une inteligência, tecnologia e disponibilidade na busca pela segurança, com eficiência, confiabilidade e qualidade”.

Benefícios do monitoramento remoto

“A visualização das imagens em tempo real, mesmo que remotamente, por meio de um software gerenciador permite que equipes in loco possam intervir mais efetivamente em casos de suspeita ou detecção de qualquer anomalia, processos ou atividades fora da normalidade. Se for necessário, ainda, em casos mais graves ou de invasão consumada, o operador acionará diretamente as autoridades de segurança pública para ações mais contundentes”, menciona Marcelo.

Ao implementar a CITSS, o cliente não precisa realizar grandes investimentos em tecnologias, uma vez que duas ferramentas que costumam fazer parte da rotina de gestores em segurança já podem entregar grandes ganhos para clientes: análise inteligente de vídeo e monitoramento de rondas.

A análise automatizada de imagens em tempo real é uma grande conquista que a tecnologia trouxe para o trabalho na área da segurança. “Esse recurso pode ser obtido em softwares de monitoramento analítico e também em tecnologias embarcadas nas câmeras”, explica Marcelo. O sistema avalia um grande volume de imagens para identificar, através de regras ou behavior, atividades determinadas como ações inadequadas ou suspeitas diante da diretriz de segurança do cliente. “Não são raros os casos de empresas em que cada operador monitora entre 8 e 15 telas ao mesmo tempo. Essa prática coloca em risco a produtividade de qualquer colaborador, por mais bem capacitado que ele seja, já que a filtragem de tantas imagens diferentes se torna prejudicada diante de várias situações do dia a dia e da seleção do próprio cérebro humano”, detalha o executivo. Diante dos eventos que representam uma não conformidade, o software envia automaticamente um alerta para a tela de forma que o operador não precise mais observar ininterruptamente as imagens exaustivamente, pois o analítico de vídeo irá avisar quando houver uma alguma anomalia na cena. “Com isto, é possível ainda economizar recursos e energia ao programar as câmeras para ligarem apenas quando um evento for detectado e, assim, ter mais espaço de armazenamento de gravação”, completa.

Erasmo destaca outra tecnologia que agrega valor e traz resultados de impacto para a segurança. Trata-se do monitoramento das rondas em tempo real, que permite uma intervenção mais ágil e efetiva desta atividade quando algo demonstra estar fora dos padrões: “o cliente pode tomar medidas preventivas ou respostas estabelecidas nos protocolos de segurança se uma ronda não é executada, se não começa no horário determinado ou se é realizada de maneira diferente da programada.”

Além de acesso em tempo real, a CITSS leva para o cliente benefícios como estabilidade na operação. O CMO da Security explica que a empresa “trabalha com redundância em todos os recursos, o que leva tranquilidade e confiabilidade para nossos clientes. A operação não para, e isso é essencial quando se fala em segurança patrimonial”, encerra.

Com tecnologia e equipes capacitadas, o monitoramento remoto pode fazer mais pela segurança de uma empresa ou condomínio: 

1. Segurança de dados

Uma grande vantagem dos sistemas de monitoramento remoto é a segurança dos dados coletados. Afinal, as empresas mais respeitadas do ramo de segurança armazenam as suas imagens em datacenters de ponta, de forma que elas possam recuperar o material coletado rapidamente. Além disso, como as imagens ficam armazenadas fora do local monitorado, sendo mantidas em segurança para evitar que sejam acessadas por pessoas com más intenções ou funcionários sem capacitação para analisá-las da devida maneira; 

2. Custo x benefício

Uma das grandes vantagens do sistema de monitoramento remoto é o custo-benefício. Com essa estrutura, não será necessário preparar um espaço físico ou contratar diversos funcionários para manusear a operação, armazenar e catalogar o material coletado.

Sistemas de videomonitoramento baseados em tecnologia IP também evitam gastos excessivos com tempo de inatividade. Isso porque, ao contrário dos sistemas analógicos, eles não perdem conexão ou qualidade nas imagens.

 3. Profissionalização do serviço

Profissionais da Security que atuam na CITSS passam por treinamentos periódicos e supervisões constantes. Ou seja, são capacitados para acompanhar e manter as imagens em segurança e agir quando for preciso.

 4. Serviços personalizados

Para atender cada demanda, a Security disponibiliza estrutura de especialistas que fazem o diagnóstico e desenham a melhor solução, integrando CFTV, alarmes e controle de acesso à Central de inteligência e definindo os procedimentos de segurança necessários para que o negócio não seja comprometido ou impactado. Isso torna o serviço de segurança mais acessível para estabelecimentos de todos os portes.

 5. Menos fraudes internas

Com a CITSS a Security não capta apenas as ações irregulares de agentes externos, mas também ajuda a compreender discrepâncias internas. Pelo fato de a equipe de monitoramento estar em outro local, com operadores de segurança longe da rotina operacional, eles podem analisar as imagens com maior imparcialidade. 

 Vale destacar ainda que a CITSS é um serviço que pode ser embarcado no Conecta Security , uma solução que oferece, de maneira personalizada, a integração das atividades de segurança, envolvendo serviços de vigilância patrimonial, facilities e tecnologia, funcionando como uma engrenagem que interliga pessoas, processos e sistemas. “A tecnologia utilizada permite que as ações que constam no plano de segurança sejam executadas de modo planejado, transparente e oferecendo toda rastreabilidade necessária”, detalha Erasmo. 

Leia mais sobre o Conecta: Conecta Security

Para entender mais sobre Análise de Risco, acesse: Gestão de risco na segurança patrimonial

Esclareça suas dúvidas sobre Análise Inteligente de Vídeo: Videomonitoramento inteligente

 Fale com um Consultor Security e conheça mais benefícios que a CITSS pode trazer para sua empresa ou condomínio: Segurança patrimonial Security

 

COMENTÁRIOS

Posts mais lidos