Portaria autônoma: entenda o conceito e seus benefícios

segurança - por Security

2 de Junho de 2021

A portaria autônoma é um meio de segurança com proteção digital, ágil e eficiente e, por isso, tem conquistado cada vez mais espaço em projetos de controle de acesso para condomínios. As empresas de segurança buscam utilizar essa solução como uma aliada, com foco na gestão inteligente e na redução de custos.

“Por meio de um smartphone e um aplicativo é possível autorizar ou bloquear a entrada de pessoas em um condomínio. Neste modelo, o monitoramento é feito de forma remota e dispensa a presença de um porteiro no local", explica Erasmo Prioste, Chief Marketing Officer (CMO) da Security. O controle de acesso é feito pelo morador ou prestador de serviço, à distância, 24 horas por dia, seguindo todos os protocolos de segurança necessários e com todos os procedimentos registrados e rastreáveis.

Erasmo destaca que ainda é comum confundir a portaria autônoma com a remota. “A principal diferença entre elas é que a primeira não necessita de uma central de atendimento e tudo é realizado pelo celular, pelo próprio morador, utilizando login e senha no sistema, token ou chave virtual, sem intermediações”. Já na remota, o controle de acesso é feito à distância, por profissionais de uma central de monitoramento, que seguem os procedimentos escritos, auxiliados por sistemas de áudio e de vídeo.

 Portaria autônoma: funcionamento e benefícios

Em um interfone, o visitante digita o número da unidade que vai acessar e o morador utiliza um celular e aplicativo instalado, atende imediatamente, com som e áudio ao vivo. "No caso de mais de uma pessoa com acesso ao aplicativo, quem atender primeiro assume a chamada”, detalha o CMO. Entre os recursos disponíveis, existe a opção de configurar a chamada para que outras pessoas possam fazer o atendimento, independentemente de onde estiverem. Segurança e agilidade andando juntas.

O executivo reforça que aderir à uma opção de segurança digital que atenda os principais requisitos de proteção é uma tarefa que exige cuidado. “Por isso, na Security, nossos clientes contam com uma consultoria dedicada em definir o melhor sistema de controle de acesso. No caso da portaria autônoma, definimos não só os requisitos de segurança, mas também atributos de operação, relação custo x benefício adequada, customização de serviços, gestão de dados, implementação rápida, treinamento dos moradores e assistência técnica permanente”, elenca Erasmo.

 Confira os principais diferenciais deste modelo:

Custos reduzidos

Economia de até 70%, já que há redução de custos com pessoal e equipamentos.

Serviços personalizados

Além do funcionamento padrão, o morador pode programar a liberação de acesso por QR Code, reconhecimento facial, identificação digital, senha e token, por exemplo.

Segurança e agilidade

Câmeras de identificação, operações rastreáveis e rápidas. O controle de acesso é feito 100% por smartphone, sem intermediários.

Gestão de dados

Todas as informações relacionadas a entrada e saída de pessoas ficam gravadas e armazenadas, o que possibilita gerar relatórios (áudio e imagens) de datas específicas e análises dos dados.

 

 

Comentários

Posts mais lidos

Security na #SecurityShowcaseWeek

Entre 21 e 23/9, a Security participou da #SecurityShowcaseWeek, evento digital da ISC Brasil. A empresa mediou painéis sobre ‘Tecnologia e as Pessoas’ e ‘Gestão integrada de Segurança’.

leia mais »

Setembro Amarelo - um cuidado de todos

A Campanha do Setembro Amarelo reforça os cuidados com a saúde mental e é marcada por ações de prevenção ao suicídio. Para conscientizar as pessoas é preciso oferecer apoio a partir de informações confiáveis e esclarecedoras, podendo abordar o tema sem tabus e preconceitos.

leia mais »