Vigilância patrimonial começa pela conduta dos agentes de segurança

- por Security

5 de Julho de 2021

Um projeto bem estruturado de segurança patrimonial demanda não só equipamentos e tecnologias adequadas; ele exige pessoas capacitadas para lidar com as atividades cotidianas de forma que contribuam para o maior nível de sucesso nas ações de proteção e vigilância.

Vigilantes são profissionais fundamentais nesse processo. Deles devem partir comportamentos, atitudes e condutas seguras, passo essencial para a tratativa de situações de risco. “Eles são a linha de frente na execução de qualquer projeto que envolva proteção de bens e pessoas”, destaca o Chief Marketing Officer (CMO) da Security Segurança e Serviços, Erasmo Prioste. 

Falando sobre a rotina operacional, o Chief Operating Officer (COO) da Security, Sérgio Ehrlich, endossa a importância da conduta segura reforçando que a equipe de segurança precisa ter, além de conhecimento profundo sobre o trabalho, um perfil de controle emocional que permita seguir os procedimentos operacionais estabelecidos pela empresa.

“Comportamento preventivo, capacidade de observação e de memorização de informações e fatos relevantes também são necessários para o sucesso da operação”, explica.

Atuação das equipes: como garantir conduta segura

Todas as profissões exigem uma postura adequada para que a pessoa exerça sua função da melhor forma possível e quando se fala em proteção pessoal, domiciliar, comercial e da sociedade de forma geral, isso se intensifica. “Profissionais que fazem vigilância patrimonial e proteção pessoal precisam transmitir confiança, tranquilidade e domínio das suas atribuições, sem deixar de lado a cordialidade e o respeito”. Deve agir com atenção e precaução, dominar o diálogo, identificar com quem está falando e qual o objetivo dele,” detalha Erasmo.

Com isso o profissional reforça sua segurança e atua de forma a reduzir riscos. Erasmo complementa: “é essencial que seguranças e vigilantes mantenham atenção nas atitudes e não nas aparências. E devem evitar, para reforçar a postura de uma conduta segura, a impulsividade, fazer valer os procedimentos formais e sempre considerar a possibilidade de imprevistos.

Sérgio destaca que este profissional deve estar o tempo todo alerta, mantendo controle da situação, observando todo perímetro como forma de prevenção e inibição de ocorrências. Para isso, precisa ter a disciplina de evitar distrações como o uso de celulares, conversas paralelas. “E precisa seguir os procedimentos operacionais estabelecidos no plano de segurança da empresa, adotando medidas pré-determinadas para sua proteção, das pessoas e do patrimônio”.

Os gestores da Security elencam ainda outras ações necessárias para uma conduta segura por parte dos profissionais:

- Atenção aos detalhes: eles são as informações mais importantes. Por isso, tudo deve ser anotado, registrado e reportado

- Sigilo e discrição: nunca revelar ou passar informações para pessoas estranhas à segurança. Não expor informações das ocorrências e do trabalho em locais públicos

- Comunicação: manter contato com colegas para troca de informações sobre as atividades e sempre informar cliente e empresa das ocorrências e andamento das atividades

- Bom senso: acionar segurança pública sempre que necessário

- Precaução quanto ao uso de armamentos: sejam eles letais ou não, devem ser a última opção do vigilante ou segurança. Os equipamentos devem ser revisados diariamente e passar por manutenção constante

 Papel da liderança como suporte ao comportamento seguro dos profissionais

Na Security, a proximidade entre as lideranças e as equipes operacionais são diferenciais quando se fala em conduta segura. Vigilantes e seguranças contam com uma supervisão atuante, que promove uma escuta ativa e que pratica comunicação clara, objetiva e transparente. “Nossos colaboradores sabem que têm gestores que lhes conferem suporte para o desenvolvimento de suas atividades, com respaldo técnico e operacional”, detalha o COO.

Sérgio finaliza reforçando que o fato de a Security ser uma empresa que investe em capacitação e treinamento e que tem sua estrutura de gestão de pessoas reconhecida por premiações como Great Place to Work (GPTW) e Valor Carreira (Jornal Valor Econômico), assegura aos clientes que os profissionais alocados nos postos apresentem o perfil adequado.

Leia mais sobre como portaria e recepção contribuem para o sucesso do projeto de segurança:

Saiba como a tecnologia atua como aliada da segurança patrimonial de condomínios e empresas

Entre em contato com nossos especialistas e saiba mais sobre como a Security pode cuidar da segurança do seu negócio 

 

Comentários

Posts mais lidos

Security na #SecurityShowcaseWeek

Entre 21 e 23/9, a Security participou da #SecurityShowcaseWeek, evento digital da ISC Brasil. A empresa mediou painéis sobre ‘Tecnologia e as Pessoas’ e ‘Gestão integrada de Segurança’.

leia mais »

Setembro Amarelo - um cuidado de todos

A Campanha do Setembro Amarelo reforça os cuidados com a saúde mental e é marcada por ações de prevenção ao suicídio. Para conscientizar as pessoas é preciso oferecer apoio a partir de informações confiáveis e esclarecedoras, podendo abordar o tema sem tabus e preconceitos.

leia mais »