Security reforça presença no Rio de Janeiro

expansão - por Security

16 de Março de 2021

Segundo maior PIB do País, o estado do Rio de Janeiro é estratégico para qualquer empresa em crescimento ou expansão. Estimulada pelo potencial da região, a Security investiu na abertura de uma unidade local, reforçando sua atuação e sua proximidade com clientes, parceiros e colaboradores, ampliando as oportunidades de negócios. O novo escritório é parte da estratégia de crescimento da Security que inaugurou recentemente 4 unidades pelo país e está presente em mais de 700 cidades, em 11 estados brasileiros, mais o Distrito Federal, garantindo o atendimento a clientes de diferentes segmentos, com soluções personalizadas e estratégicas em segurança patrimonial, tecnologia em segurança e facilities. “Temos um forte plano de expansão para ampliar nossa capilaridade, que faz parte da essência da Security. Começamos nossa trajetória atuando em regiões que os grandes players não demonstravam interesse. E sempre tivemos vontade de expandir e crescer, ampliando nossa base e aumentando a proximidade com nossos clientes”, destaca o CEO da Security, Erick De Luca.

A Security preparou um planejamento animador em meio aos desafios enfrentados pelo momento de pandemia que integram um olhar específico e apurado em relação aos resultados, à geração de rentabilidade e gestão de pessoas. “Estamos expandindo de forma geográfica com as gerências comerciais, ampliando a capilaridade de nossas ações e abrindo filiais no Distrito Federal, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. E ainda vem muita coisa boa pela frente”, aponta o Chief Commercial Officer (CCO) da Security, Marcelo Marques.

Novo Gerente Regional

A unidade tem como gerente regional Alexandre Cardoso Ferreira, que acaba de assumir o cargo e passa a integrar a equipe comercial liderada pelo CCO da Security, Marcelo Marques. Com mais de 20 anos de experiência na área, o gerente comercial, que também coordena os escritórios de Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia, acredita que “uma empresa que busca por capilaridade nacional, crescimento sustentável e quer reforçar para o mercado a qualidade dos serviços e o compromisso com uma atuação séria, precisa olhar para o estado do Rio de Janeiro como uma região estratégica para os negócios. É uma localidade com muitos desafios, oportunidades e que proporciona visibilidade para organizações que atuam com excelência”.

Desafios Security

Um dos desafios da companhia para os próximos anos é estabelecer um elo com as empresas locais e reforçar a importância de parcerias estratégicas com empresas que atuem com padrões elevados de governança, comprometimento e segurança operacional: “A informalidade ainda é muito forte no Rio de Janeiro. Nosso objetivo é propagar a importância de empresas que buscam por contratos de terceirização e que se preocupam além do fator preço. A prestação de serviços vai além disso. Ela demanda profissionalização, qualidade e segurança jurídica. As grandes corporações já enxergam essa necessidade de contar com parceiros que atuam desta forma”, explica Alexandre. 

Com muitas empresas que demandam terceirização de vigilância patrimonial, tecnologia em segurança e facilities, a Security entende que seu posicionamento é um grande diferencial competitivo para as parcerias estratégicas. De acordo com o Alexandre, “o fato de a empresa ter um olhar direcionado para os colaboradores, focado em gestão de pessoas, em capacitação e qualificação faz toda diferença para este mercado, uma vez que pessoas comprometidas e engajadas refletem em baixos índices de turnover e baixo nível de absenteísmo, gerando ganhos para os clientes”.  De acordo com ele, investimento e capacitação dessa mão de obra quebram todos os paradigmas do mercado. “Isso faz com que a gente dê alguns saltos diante da nossa concorrência, e nos aproxima ainda mais de clientes que buscam por parceiros que trabalham de maneira profissional. Toda infraestrutura que temos para atingir a excelência na prestação de serviços é essencial, permitindo que o mercado enxergue que a economia de preço deixa de existir quando olhamos apenas o valor do contrato. O prejuízo indireto é muito grande”.

Particularidades do mercado

Entre os destaques da economia no RJ estão os setores petrolífero e hoteleiro. O mercado vem buscando cada vez mais soluções eletrônicas e tecnológicas que tragam respostas rápidas e efetivas para complementar a segurança e a vigilância patrimonial humana, reduzindo riscos e vulnerabilidades. “As grandes indústrias têm buscado cada vez mais soluções tecnológicas. Estão exigindo isso como complemento da vigilância humana. Varreduras perimetrais por drones, sistema de inteligência artificial por trás das imagens gravadas pelas centrais de monitoramento, reconhecimento facial/ biometria, controle de acessos mais rigorosos, enfim, o mercado tem buscado por soluções que aumentem o nível da segurança”.  Por isso, o grande foco dos contratos no estado são as indústrias. “Nossa aposta é a oferta de soluções integradas de gestão por meio do Conecta (saiba mais), um serviço da Security que reúne em um único contrato a gestão unificada de todas as atividades terceirizadas de uma empresa”, explica.

Crescimento sustentável

As operações da regional sob responsabilidade de Alexandre devem gerar um faturamento anual projetado de R$ 20 milhões. “No Rio de Janeiro, onde estamos iniciando as operações físicas, temos por meta atingir R$ 8 milhões em novas vendas neste ano. Vamos direcionar nossos esforços para a indústria, principalmente na petrolífera e petroquímica, quase que inabalável por crises financeiras, pelo contrário – apresenta crescimento ou fortalecimento”, detalha. A expertise da Security em outros estados será crucial para a abertura de novas frentes de operação no Rio de Janeiro. Para Alexandre, essa experiência “permitirá à Security mostrar o potencial de atuação para a conquista de concorrências, que estão elevando o nível a cada dia. Levaremos contratos mais saudáveis, parcerias mais sólidas e estratégicas para os clientes do estado. Conseguir penetração nestes públicos-alvo é também um dos nossos grandes desafios para este primeiro semestre. Ao consolidarmos nossa base no mercado carioca, teremos impactos positivos nas demais unidades desta regional”. Saiba mais sobre o projeto de expansão da Security:
Cliquei aqui para saber mais
Clique aqui para ainda mais informações

Comentários

Posts mais lidos