Melhores abordagens no processo de revista de colaboradores

- por Security

18 de Agosto de 2021

Conhecer bem as boas práticas e os procedimentos de segurança adotados pela instituição na hora da contratação é de extrema importância para evitar possíveis desentendimentos. Um dos processos considerados mais polêmicos são os de revistas dos colaboradores. Este método é bastante comum e permitido por lei, mesmo quando o trabalhador precisa retirar objetos de bolsas, mochilas e similares.

Para evitar constrangimentos, o Chief Operating Officer (COO) da Security, Sergio Ehrlich, aponta que política bem definida e divulgada na empresa pode preservar a relação entre o contratante (colaboradores) e o contratado. “Inclusive ser informado na contratação, constar no manual de conduta da empresa e ter ciência que poderá ser revistado a critério da empresa como parte da rotina.”

Entenda como funciona o procedimento de revista na empresa

O processo de revista é definido de acordo com os riscos do negócio, linha de produção, produtos, entre outros. Como já dito e reforçado, o procedimento deve ser bem definido, e o efetivo capacitado e treinado, podendo ser uma equipe própria ou terceirizada.

O empregador pode realizar a inspeção desde que ela seja feita de maneira generalizada, ou seja, sem um foco em uma pessoa específica, e sem que haja contato físico direto.

“Além disso, é importante contar com uma relação de contatos para as tratativas no caso de ocorrência, saber quem avisar e, principalmente, quais serão as medidas”, explica o COO da Security.

Entretanto, existem outras formas de garantir a segurança e inibir possíveis furtos e desvios, como por exemplo, projetos de CFTV com vídeos analíticos, uniformes adequados a cada operação, segregação de áreas na operação e dos vestiários, refeitórios e veículos.

Melhores abordagens

A segurança é primordial, mas a gestão de pessoas também é fundamental para o desenvolvimento de um negócio. Pensando nisso, a Security separou algumas dicas de como realizar a fiscalização da melhor forma possível. Confira abaixo:

Exposição da política da empresa – Deixe claro que o procedimento de revista faz parte da política da empresa e garanta que o colaborador concorde com essa norma;

Treinamento de equipe – A equipe que realiza este tipo de fiscalização deve ser capacitada para evitar que o funcionário seja constrangido;

Não faça contato físico – O procedimento de revista não deve expor o corpo do colaborador, bem como, o constranger. O processo deve ser feito com ajuda de aparelhos detectores; 

Dê preferência a outros métodos – A tecnologia é nossa aliada quando se trata de segurança patrimonial e pessoal. Busque alternativas que são consideradas menos invasivas para este controle. Os Vigilantes e seguranças são profissionais fundamentais nesse processo.

Que saber mais sobre vigilância patrimonial? Acesse aqui 

Comentários

Posts mais lidos

Security na #SecurityShowcaseWeek

Entre 21 e 23/9, a Security participou da #SecurityShowcaseWeek, evento digital da ISC Brasil. A empresa mediou painéis sobre ‘Tecnologia e as Pessoas’ e ‘Gestão integrada de Segurança’.

leia mais »

Setembro Amarelo - um cuidado de todos

A Campanha do Setembro Amarelo reforça os cuidados com a saúde mental e é marcada por ações de prevenção ao suicídio. Para conscientizar as pessoas é preciso oferecer apoio a partir de informações confiáveis e esclarecedoras, podendo abordar o tema sem tabus e preconceitos.

leia mais »