Cooperativas de crédito: Um segmento que demanda atendimento mais próximo e personalizado

- por Security

23 de Junho de 2021

Com cerca de mil instituições, o mercado de cooperativas de crédito soma mais de 10 milhões de clientes em todo o território nacional, de acordo com dados do Banco Central de 2020. Conhecidas pelo atendimento mais próximo, essas organizações estão concentradas em regiões onde prepondera a agricultura - que muitas vezes não contam com instituições bancárias tradicionais. Esse modelo de atuação costuma criar com seus cooperados um relacionamento diferenciado e personalizado.

‘’A proximidade que as cooperativas têm com seus clientes também é uma característica presente nas parcerias comerciais, por isso, as empresas que atuam na prestação de serviços devem ter uma filosofia que entregue presença e que valorize relacionamento e interação pessoal”, destaca Erasmo Prioste, CMO da Security.

Com presença em todos estados do Sul, Sudeste, Centro-Oeste e na Bahia, a Security tem, só no segmento de cooperativas de crédito, cerca de 2 mil colaboradores prestando serviços de vigilância patrimonial, eletrônica e facilities. “Com 42 anos de mercado, temos expertise para atender as mais diversas demandas das cooperativas de crédito. Valorizamos o compartilhamento de ideias, parte essencial para nos tornamos parceiros de confiança. Acreditamos na prevenção, proteção e no planejamento exclusivo para cada negócio e, por isso, zelamos pela segurança em todos os seus aspectos”, reforça Erasmo.

Segurança Patrimonial

Para cooperativas de crédito, a Security oferece todas as soluções em segurança e vigilância: “com projetos personalizados, que envolvem análise de riscos de cada negócio, para atender as exigências legais, nossos parceiros podem contratar vigilância armada ou desarmada, contratar nossa CITSS - Central de Inteligência e Tecnologia em Segurança e Serviços (agregando sob o mesmo sistema monitoramento de imagens, dados de controle de acesso e informações sobre alarmes de intrusão), além de consultoria para planos de segurança, escolta armada entre outras possibilidades”, explica Prioste.


Tecnologia como reforço da segurança

A gestão integrada de contratos e equipes é um modelo de atuação que aumenta a eficiência da segurança. No segmento de cooperativas, essa sistemática também é bastante estratégica. “Com o Conecta, podemos reunir sob uma mesma gestão todos os contratos de forma integrada, com redução de custos operacionais. Isso significa ganho em eficiência na segurança, retorno mais elevado sobre investimentos, condições de modernização de parque tecnológico e equipe dedicada em trazer os melhores padrões de atuação”, reforça Erasmo.

Após um estudo prévio das necessidades da cooperativa, a implementação é realizada empregando tecnologia e procedimentos pré-definidos, adequados com o nível de segurança necessário para alinhar a segurança às demais atividades. “Além disso, nossos clientes passam por um processo de atualização dos procedimentos de segurança, unindo recursos humanos e técnicos, que ficam sob gestão única e com acompanhamento contínuo da operação”, encerra o CMO.

Entre em contato com um consultor Security e saiba mais sobre as soluções em segurança patrimonial para cooperativas de crédito

Comentários

Posts mais lidos