Quando uma empresa precisa da contratação de serviços de terceirização de segurança patrimonial, ela tem como seu principal objetivo proteger os bens materiais e o bem estar dos colaboradores. Em um país onde o cenário da violência aumenta gradativamente, com altos índices de criminalidade, é evidente que as corporações esperam uma implantação rápida de cobertura.

Porém, há diversos aspectos favoráveis que tornam a implantação rápida dos serviços de terceirização de segurança patrimonial - o que é imprescindível. Coloque-se num cenário onde a empresa e os colaboradores sofrem ameaças diretas, junto ao aumento no número de imóveis invadidos e furtos na região onde se encontra. Pensando desta forma, fica muito claro a necessidade de encontrar uma solução e aplicá-la na prática o mais breve possível.

Quando não há a implantação rápida, é preciso aguardar durante semanas pelo sistema, enquanto os riscos e o sentimento de insegurança crescem. Essa não é uma opção viável! Para que este problema seja resolvido, existem duas alternativas: optar entre a segurança patrimonial orgânica ou os serviços de terceirização. No entanto, se você demanda deste tipo de solução urgentemente, só a segunda opção pode resolver o seu problema de forma ágil e eficaz.

Os processos de implantação rápida de segurança patrimonial através dos serviços de terceirização

Para que fique bem claro, vamos ressaltar: ambas as opções possuem as suas vantagens e desvantagens. Entretanto, quando falamos de implantação rápida, certamente, escolher os serviços de terceirização é a opção mais sábia.

Descubra, neste post, o que é necessário ser feito para implantar a segurança patrimonial em sua empresa de acordo com normas vigentes. Confira, também, os fatores essenciais e o tempo que levam para a implantação rápida em sua corporação:

Tanto a segurança patrimonial orgânica quanto a terceirizada são submetidas às normas da Polícia Federal, que é responsável por fiscalizar este tipo de atividade no Brasil. Se você está pensando em implantar a segurança internamente, precisará abrir uma empresa (com outro nome e CNPJ) e submeter-se às mesmas leis e normas exigidas de uma organização especializada.

Além de acarretar em muitos custos, este processo é demorado, podendo levar meses até que toda a documentação esteja de acordo. Em contrapartida, com a contratação de uma empresa qualificada em segurança patrimonial, esta atividade burocrática é eliminada. Uma vez que o responsável já está de acordo com as normas e as leis necessárias para o funcionamento, podendo iniciar as suas operações imediatamente.

Os processos que envolvem documentos e requisitos específicos são complexos, o que é um grande transtorno para a corporação que não possui experiência na área de segurança. Esse aspecto fará com que leve tempo para colher as informações necessárias e lidar com as burocracias, os gastos com documentação, o “vai e volta” em bancos, as entidades, as secretarias, entre outros. 

Essas tarefas, quando feitas por conta própria, podem chegar até a um semestre de espera para a liberação deste serviço. Uma boa empresa de segurança patrimonial possui todos esses documentos disponíveis, deixando o contratante livre deste transtorno.

Quando se trata da gestão de pessoas, os serviços de terceirização levam sua vantagem. Imagine quanto tempo levaria no processo de seleção, admissão e treinamento... Poderia deduzir, no mínimo, 3 meses somente nesta etapa. Isso sem levar em consideração gastos com salários, horas extras, 13º, adicional noturno, férias, vale-transporte e todos os demais encargos necessários para estar conforme a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Após toda a parte de documentação e preparação da equipe de segurança patrimonial, é hora da avaliação das áreas de risco para estruturar, de forma adequada, o monitoramento da empresa. Para que esta seja feita, diversos fatores devem ser analisados com cuidado, tais como:

  • Segmento da empresa no mercado;
  • Número de funcionários;
  • Áreas e cenários de risco;
  • Histórico de sinistros;
  • Estrutura física das instalações.

Para que esta análise seja feita, é necessário haver um estudo e conhecimento na área de segurança, algo que é adquirido somente com anos de experiências e cursos específicos.

Utilizando serviços de terceirização de uma empresa que é especializada em segurança patrimonial, se torna possível fazer essa análise de requisitos de forma muito mais certeira. Pois será usada a experiência já adquirida no ramo de seu prestador, o que lhe assegurará quais as melhores decisões a serem tomadas, os equipamentos necessários, o controle de acesso, o número de vigilantes e outras coisas que devem ser levadas em consideração.

Após isso, é preciso apenas a instalação dos equipamentos requisitados, um procedimento de implantação rápida com tempo de conclusão variável, de acordo com o tamanho e a necessidade de cada corporação - nada que tome mais de 30 dias.

Desta forma, pode se afirmar que, quando a necessidade é de uma implantação rápida e emergencial, não há dúvidas que optar por serviços de terceirização de segurança é a melhor escolha para garantir momentos de tranquilidade.

Este artigo foi útil para você? Veja mais sobre como implantar segurança patrimonial em sua empresa aqui, no nosso blog!

downlo