Gestão humanizada: teoria e prática na cultura da Security

Institucional - por Security

8 de Janeiro de 2021

Manter pessoas motivadas para buscar a excelência na prestação de serviços e elevado nível de satisfação dos clientes é um desafio diário que gestores precisam superar. Na Security, a gestão humanizada de pessoas é um tema que vai muito além do discurso, cuja prática é reconhecida não só pelo público interno da companhia como também pelo mercado. A conquista de prêmios como Valor Carreira “As Melhores na Gestão de Pessoas” e o Great Place to Work (GPTW) reforçam que a empresa está no caminho certo quando o assunto é cuidar de pessoas.

Com a gestão humanizada, a Security oferece para os colaboradores um ambiente de trabalho agradável e propício ao desenvolvimento da equipe, valorizando o relacionamento, a interação e o bem-estar de todos. Isso se reflete na produtividade da equipe, na retenção de talentos e na solidez da parceria estabelecida com os clientes. Para a Diretora de Desenvolvimento Humano e Organizacional da companhia, Renata De Luca, “nossa política de gestão humanizada de pessoas é praticada para que nossos colaboradores tenham um sentimento verdadeiro de pertencimento, o que gera em cada um deles um nível elevado de comprometimento profissional. Fazemos questão que nosso público interno seja ouvido, que se sinta como parte da empresa e incorpore a nossa cultura de qualidade e tranquilidade. Esse é um trabalho constante e consistente dos gestores”.

Gestão humanizada na prática

Em uma empresa com mais de 7 mil colaboradores, cuidar de pessoas, além de entender a relação entre o público interno e a empresa são essenciais. “Quando decidimos implementar processos humanizados de gestão, nos deparamos com alguns obstáculos. Um deles era a distância que havia entre o colaborador, empresa e a forma como a Security era percebida por cada um. Então, nos dedicamos a desenvolver dentro da companhia ações que nos ajudaram a diminuir essa distância. Transformamos os conceitos tradicionais e conhecidos do mercado de gestão de pessoas do setor, pautado pelas práticas de comando e controle, para implementar o que chamamos de Recursos Humanos Estratégicos”. Para Renata De Luca, isso é um diferencial da empresa em relação ao mercado: “Trouxemos para dentro de casa políticas externas ao mercado de vigilância, mudando por completo a relação estabelecida entre a empresa e o funcionário”.

A Security mantém políticas ativas de diversidade e inclusão, além de pregar e valorizar o direito igualitário perante a lei, sem distinção de raça, sexo, credo religioso e convicções políticas.  Como forma de promover a contínua qualificação, a empresa oferece aos colaboradores o acesso à Universidade Security, que disponibiliza cursos de capacitação e reciclagem. Durante todo ano, mais de 4.820 profissionais da empresa participaram de atividades envolvendo treinamentos e cursos de atualização. Outra iniciativa da companhia é a realização de treinamentos itinerantes promovidos por uma unidade móvel que acontece in loco nas mais diferentes regiões do País. Em 2020, isso funcionou de maneira um pouco diferente, foram 66 ações neste âmbito.

“Promovemos algumas adaptações nestas atividades, por conta da pandemia, mas não tivemos que fazer mudanças significativas em nossa metodologia, pois já trabalhamos com o desafio de ter nossos profissionais atuando em mais de 700 cidades distintas. Desta forma, todo o esforço da Security sempre foi voltado a atender essas características. As atividades foram adaptadas para seguir todo o protocolo de segurança e distanciamento estabelecido pelas normas de saúde. Sendo, em sua maioria, na modalidade online, com temas escolhidos com base tanto no momento organizacional vivido pela companhia, quanto naquilo que seria oportuno e contribuinte para o desenvolvimento e bem-estar de todos os colaboradores”, destaca Renata De Luca.

A executiva reforça ainda que todos os indicadores de performance para acompanhamento do desenvolvimento dos funcionários foram mantidos. “Seguimos com o cronograma de capacitações em consonância com todos os nossos programas existentes. Adaptamos nossa maneira de aplicá-los a fim de não perder a assiduidade, sempre priorizando alcançar o maior número de colaboradores espalhados pelo Brasil”.  Durante o processo de recrutamento e seleção, a Security realiza entrevistas com especialistas, psicológicos e técnicos. De modo igual, todos os profissionais passam por processos de reciclagem e atualização necessários. Periodicamente, a empresa realiza treinamentos com o objetivo de mantê-los alinhados às atividades, aos valores da empresa e às particularidades dos segmentos de mercado em que atua. Só neste ano, foram contratadas mais de 160 profissionais para as áreas administrativas da companhia, que passaram por um processo online de integração coordenado pelos gestores. Renata De Luca explica que “a Security possui um programa estruturado de onboarding, cujo objetivo é adaptar e integrar os profissionais recém-ingressados na cultura da empresa de uma maneira acolhedora. O processo é voltado para transmitir ao colaborador de forma clara e objetiva o funcionamento das atividades das áreas da empresa e como isso se relaciona com suas atribuições diárias para que ele se sinta parte integrante da organização”.

Vale destacar que a Security é uma empresa com baixos índices de turnover e absenteísmo, reflexos da excelência em gestão humanizada. “Uma das nossas preocupações quando falamos em gestão de pessoas é evitar que o cliente sofra com alta rotatividade ou alto índice de faltas dos profissionais atuantes nos postos”, explica Renata. “A proximidade com os colaboradores e os clientes permite monitorar esses índices e atuar de maneira efetiva. Mensuramos a rotatividade da Companhia através de um indicador de turnover gerenciável. Estamos na média (até novembro) de 1,98% e a meta é de 2,06%. Já o absenteísmo, sofreu um aumento natural devido aos casos de afastamento por Covid-19”, finaliza.

Desafios de gestão em tempos de pandemia

Presente em mais de 700 cidades e 12 estados, perante os desafios para lidar com a gestão de pessoas neste período de novas formas de atuar, a empresa preparou a liderança para estar ainda mais próxima de todos os funcionários. “Em um momento desafiador que vem exigindo união de esforços e está promovendo muitas mudanças, a Security tem se adaptado e seguido à risca todas as medidas de prevenção para proporcionar condições de trabalho seguras a nossos colaboradores, parceiros e clientes”, reforça Renata De Luca. A executiva completa ainda que “mesmo neste período de pandemia, quando muitas empresas precisaram revisitar seus quadros, nós criamos aproximadamente mil novos postos de trabalho com atuação em diversas áreas, clientes e tipos de serviço”. 

Tão logo as notícias da COVID-19 começaram e os especialistas informaram que a pandemia estava chegando ao Brasil, o Comitê de Crises da Security foi reunido e se tornou o responsável por centralizar as tomadas de decisão e garantir total suporte aos colaboradores quanto às dúvidas, suspeitas e possíveis contágios. A Security também implementou ações como a criação do Manual de Gerenciamento de Crise, estabelecendo protocolos e medidas para a diminuição dos riscos de contaminação; o acompanhamento de atividades pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT); e o reforço dos serviços com a tecnologia touchless como alternativa segura para o momento.

“Intensificamos comunicados com informações atualizadas a respeito do novo coronavírus com dicas de higienização, novidades sobre o cenário da doença, medidas de proteção e direcionamentos do Ministério da Saúde. Fortalecemos os treinamentos EAD por meio da Universidade Security e a cada semana lançamos um novo curso para os colaboradores durante este período; aumentamos os pontos de contato com nossos colaboradores para monitoramento e para garantir que todos estejam saudáveis e livres dos sintomas da COVID-19”, finaliza Renata de Luca.

 

Notícias relacionadas

Solidez e Compromisso com a Gestão de pessoas

Security reforça as operações e o atendimento ao cliente durante a pandemia

Nova avaliação de desempenho dos colaboradores Security

COMENTÁRIOS

Posts mais lidos